Armas Verdadeiramente Clássicas

As armas verdadeiramente clássicas anteriores às armas de fogo encontram-se resumidas abaixo, junto com acessórios de mesma grandeza e relação:

Adaga: Faca de pequeno porte, usada para golpes rápidos e presente em diversas culturas.

Alabarda: Espécie de lança de longa haste, terminada em ferro largo e pontiagudo, atravessado por outro ferro em forma de meia-lua.

Aljava: Coldre, carcaz ou bolsa onde os arqueiros guardavam e carregavam suas flechas.

Arco: Geniosa arma de disparar flechas. Não exige mais explicações àqueles que vivem nesse mundo e têm acesso a mídia geral.

Aríete: Antiga máquina de guerra com que se arrombavam portas e se desconjuntavam muralhas.

ariete

Bainha: Estojo onde se mete a lâmina de uma arma branca ou de certos instrumentos cortantes.

Besta: Espécie de arco mecanizado, com sistema de tiro e controle próprio do torque elástico. Embora facilitasse o trabalho do atirador, era menos preciso e de menor alcance do que um arco comum.

Catapulta: Antiga máquina de guerra que arremessava projéteis.

Chuço: Armamento pontiagudo, mais usado para tortura.

Cimitarra: Espada curva, comum na cultura árabe.

Espada: De diversos tipos, mas sempre constituída de uma empunhadura e uma lâmina.

Estilíngue: Lançador de projéteis em pequena escala, utilizando a força elástica e a resistência de um apoio.

Funda: Arma que acomoda um projétil qualquer (como pedras) e usa a força humana para atirar e dar direção ao mesmo. O evento mais famoso em que se usou tal arma é a passagem bíblica de Davi e Golias, uma vez que o pequeno Davi usa uma funda para atingir uma pedra na testa do gigantesco Golias, colocando-o no chão.

Lança: Utilizada pelo homem pré-histórico para caça, e pelos povos da Antiguidade para a guerra.

Maça: Seu registro escrito remonta da Antiguidade Clássica, pois as próprias lendas de Hércules (ou Herácles, no original helênico), dizem respeito à esta arma, que é uma espécie de bastão de grande porte, da largura de um tronco. Também é chamada de clava e encontra-se muito representada no porte de homens pré-históricos, devido a sua facilidade de produção, digna do homem em tal estágio de desenvolvimento tecnológico.

Martelo: Usado como armamento pelos povos nórdicos, incluindo os vikings.

Tridente: Armamento divino de Posêidon (deus grego dos mares, assimilado como Netuno pelos romanos), transmitido para a cultura romana, uma vez que era usado por uma casta específica de gladiadores.

Zarabatana: Arma lançadora de projéteis por meio da força do sopro humano. Presente em culturas indígenas diversas em todo o planeta.

Vídeo: Herança Cômica das Catapultas

O blog é meramente descritivo e não apóia nem fornece informações de uso e/ou aquisição dos armamentos nele expressos.

About these ads
Explore posts in the same categories: Armas Clássicas

Tags: , , , , , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: